GUARAJUBA X PRAIA DO FORTE

Ilustração de GENTIL

       Ambas as localidades são litorâneas, ocupadas por camadas de classe média/alta e cresceram ao mesmo tempo. Por que então a frequência ao longo do ano é tão distinta?

.

texto de LOURENÇO MUELLER*

.

São localidades de municípios diferentes. A primeira está em Camaçari e a outra em Mata de São João. Mas a situação socioespacial é similar. Ambas estão na Região Metropolitana de Salvador (RMS), equidistantes de Salvador, são litorâneas, ocupadas por camadas de classe média/alta e cresceram ao mesmo tempo. Por que então a frequência ao longo do ano é tão distinta? Guarajuba só tem picos de ocupação no verão e nos feriados, Praia do Forte o ano inteiro, um sonho de qualquer village turístico.

Posso arriscar alguns palpites. Guarajuba é um assentamento de lotes e casas, sem animação noturna e tem somente quatro restaurantes; sua vida é apenas diurna, nas praias, piscinas e churrasqueiras. A extensa praça que dividiu as duas etapas iniciais do loteamento Canto do Mar – empreendimento visionário de fins da década de 70 – foi projetada como área verde e quase não previu zonas de ocupação terciária (comércio e serviços), o que obriga os moradores a se abastecerem em Monte Gordo, outra localidade próxima, agora meio inacessível por conta da duplicação da pista.

Ao contrário, a urbanização de Praia do Forte aproveitou-se de uma pequena aldeia de pescadores e seguiu o modelo dos balneários europeus de sucesso, inicialmente como “point cultural nativo” de um grande resort, depois por si mesma. Penso que não chegaria a ser o que é – um núcleo sem carros, tranquilamente usado por pedestres, ciclistas e quadriciclos, muito animado – se não fora a figura de Klaus Peter, dono da terra onde nasceu o assentamento original.

Como Klaus Peter teve toda a liberdade para fazer o que bem entendesse, organizou uma empresa para promover a gestão imobiliária das áreas em torno e tratou de incentivar alguns equipamentos âncora, criou a imagem das tartaruguinhas (que viraram o simpático e politicamente correto símbolo do local) e elevou artificialmente o preço do metro quadrado. Pegou. Virou moda ecológica e passou a ter os terrenos mais valorizados do litoral.

A Prefeitura de Mata de São João percebeu tardiamente a “jogada” do alemão, mas teve sensibilidade para fazer a sua parte e atraiu o Estado para a parceria de intervenções urbanístico-paisagísticas; o resultado está aí, um lugar de grande apelo turístico, tanto que começa a correr o risco inverso, de se autodestruir, tal o exagero de empreendimentos imobiliários em volta.

Já a Prefeitura de Camaçari sempre fechou os olhos para Guarajuba, que nunca passou de loteamento de rico. Agora esta praia está no “olho do furacão”, pois o mar meteu-se na história e arrancou as barracas da praia, quase todas de uma só vez. Surgiu assim a oportunidade para o prefeito, tão ocupado na campanha majoritária, delegar poderes a técnicos competentes e resolver simultaneamente o esvaziamento cíclico de Guarajuba e o problema dos barraqueiros desalojados, sem maior desgaste político.

Espelhada no exemplo de Praia do Forte, a Prefeitura de Camaçari poderia redesenhar a grande praça central, dotando-a de barzinhos, lojas e restaurantes bem projetados e conceder seu uso, com prioridade, para os donos das barracas de praia, chefes de família que ficaram sem o seu ganha-pão. Há espaço e vocação comercial para estas atividades em áreas disponíveis distantes das moradias. A qualidade de uso e ocupação seria uma questão contratual. Claro que isso implica negociação com os condôminos, que não têm domicílio eleitoral no município.

Mas, repito, o prefeito está empenhado em reeleger o governador e em parceria com o Estado tem chance de realizar um autossustentável e participativo projeto de revitalização e, de quebra, faturar votos.

Guarajuba precisa ser frequentada durante o ano e já possui também um grande resort português em que os hóspedes não têm onde gastar senão no interior do próprio hotel: a nova praça, tão próxima, seria uma forma de gerar mais receita e empregos. Enfim, esses prefeitos precisam viajar mais, conhecer outros lugares de sucesso, fazer como o alemão de Praia do Forte, saber ousar…

.

*Lourenço Mueller – Arquiteto urbanista

.

Anúncios

Tags: , ,

3 Respostas to “GUARAJUBA X PRAIA DO FORTE”

  1. pedro Says:

    um texto absurdo e que mostra que o autor não tem informações sobre guarajuba. porque todo mundo sabe o empreendimento que vem aí para guarajuba

  2. Lourenço Says:

    Pedro,
    Se o empreendimento a que v. se refere é um shopping e/ou um village do mesmo proprietário, um síndico de condomínio de lá, um na estrada e outro no Porto, então saiba que não se trata de nada disso.

    Na verdade, o que se denomina desenho urbano é uma metodologia de projeto de cidade e não apenas um ou outro empreendimento isolado.
    O eixo de entrada de Guarajuba presta-se a isso, a exemplo de Praia do Forte, que usei como comparação.

    Mas obrigado por contestar.
    Atenciosamente,

    Lourenço Mueller

  3. Alceu Alves da Silva Says:

    Quero parabenizar o Lourenço pela visão moderna e pela provocação aos nossos prefeitos.
    É preciso, de forma sustentável, ter olhos diferentes para o futuro. Um futuro onde as pessoas sejam atraídas por projetos que garantam, também, o conforto, a alegria, a capacidade de relacionamento, a segurança, enfim o bem-estar.
    Guarajuba tem todas as condições de ser muito melhor do que já é.
    Sou gaúcho, moro no Rio Grande do Sul e comprei um apartamento em Guarajuba.
    No verão estou aí. De dia em Guarajuba e de noite na Praia do Forte.
    Continuamos, sempre, na esperança de um projeto modernizador para que Guarajuba seja muito melhor do que já é. Sabemos, como o Lourenço, que isto é possível.
    Alceu Alves da Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: