SAUDADES DO GUARDA PELÉ

.

texto de JOSÉ MEDRADO*

.

Os mais velhos seguramente irão se recordar de uma figura que se tornou folclórica nos anos 70, no Centro Histórico de Salvador: o guarda Pelé. Lá estava ele com o seu apito e coreografia histriônica dando mobilidade aos motoristas, fazendo o trânsito fluir.

Não está sendo novidade alguma o caos em que se encontra o nosso trânsito aqui de Salvador.

Lamentavelmente, em vez de os poderes públicos se debruçarem com seriedade sobre esta problemática, vem a público o prefeito João Henrique falar que, no caso de Salvador, as concessionárias “estão impunes”, apesar de anunciarem e venderem automóveis e mais automóveis em até 80 vezes.

Ora, ora, o fator de estabilização econômica tem gerado mais consumo entre as classes menos favorecidas, e isto é bom, sinal de economia em expansão. No entanto, segundo pesquisa de 2008, realizada pelo Citigroup, com dados da Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe) e da UITP (União Internacional dos Transportes Públicos), o Brasil gera uma perda de 5% na sua produtividade, por força dos congestionamentos de automóveis, restringindo, assim, o crescimento do seu potencial de avanço econômico.

Não guardo dúvida alguma de que grande parte dos nossos problemas no trânsito nasce da incúria no enfrentamento das situações estruturais, mas também da leniência dos fiscais de trânsito que não guardam o menor interesse em favorecer, agilizar o afogamento em áreas de funil.

O que todos vemos são os carros da Transalvador estacionados à margem de engarrafamentos e os seus ocupantes batendo papo, sem cumprir com a sua obrigação. É fácil ver pelas ruas, bastante sair e constatar.

Os gestores públicos precisam assumir o compromisso que lhes fora dado para gerirem, administrarem a casa maior de todos nós, que é o município em que moramos. Não cabe a eles buscar, responsabilizar, mas se comprometerem para mudar, melhorar.

Se a questão é de educação, que se viabilizem programas educativos. Se é de maior intervenção dos seus agentes, que melhor os qualifique. Eduque, cobre, multe, mas ordene.

Estamos vivendo um momento muito perigoso de generalidade da anarquia.

.

*José Medrado – Fundador e presidente da Cidade da Luz

.

Anúncios

Tags: , , ,

Uma resposta to “SAUDADES DO GUARDA PELÉ”

  1. Nilton Amorim Says:

    Medrado, boa noite, você tem toda razão, sou do tempo do guarda Pelé lá na rua Chile e Ladeira dos Galés com seus gestos de balairino, quem não gostava de ver?
    A Transalvador é um orgão que foi criado para aumentar os gastos públicos, e de uma forma não pensante, sem gerenciamento, precisa de um gestor que realmente entenda da situação. Os funcionários (agentes de trânsito) por sua vez também não são instruídos para tal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: