QUER TERRA MELHOR? – Edmundo Carôso

 

texto de EDMUNDO CARÔSO*

 

Situação real acontecida comigo, sem tirar nem por uma vírgula sequer.

São 7:30 da manhã. Saio de um laboratório onde fui colher sangue para um exame, depois de doze horas de jejum. O balcão de lanches, já funcionando àquela hora no meio de um pequeno shopping de bairro, era, por demais, convidativo.

Senhora, de que é esse bolo?

Não sei, meu filho – respondeu sem olhar – acho que é de tapioca.

Creio que não, amarelo assim só pode ser de milho. É de hoje?

Tudinho aqui é de hoje, nadinha aqui é dormido.

E esse?

É de ontem, mas é de laranja e aí não conta, né? É mesmo que ser de agorinha.

Tudo bem. Ponha, por favor, uma talhada do de milho. Tá com cara de bom. Se ele estiver gostoso como está bonito…

Ah, mas isso aí eu lhe garanto! Gostoso, não. Ele está deliciooooso!!!!!

Mas como a senhora pode afirmar isso se nem ao menos provou, já que o bolo está inteiro?

Mas a gente sabe, né? Vendo ele aqui todos os dias a gente sabe. E quem faz é minha cunhada, que por sinal é muito gente boa.

Assim é a Bahia, com sua lógica própria que subverte a razão. E, por isso mesmo, é um dos lugares mais especiais do planeta.

 

*Edmundo Carôso – Poeta, escritor, autor do blog DE MIM E DAS COISAS (http://blogs.abril.com.br/edmundocaroso)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: