ARQUITETOS ARTISTAS OU SÓ ARTISTAS?

Arquitetos 10opi02i01c

Ilustração: GENTIL

 

por LOURENÇO MUELLER

Esse título seria redundante se toda arquitetura tivesse as qualidades estéticas que a colocam no mesmo patamar da Arte. Neste caso, todo arquiteto seria, naturalmente, um artista.

Infelizmente, a maior parte das edificações das cidades não pode ser considerada obra de arte. Muito ao contrário, são prédios feiosos e alguns deles são, em aparência, duendes ou gnomos de uma floresta de cimento e ferro. Nem gosto de acreditar que sua concepção se originou na mente de pessoas que se diplomaram em arquitetura. E olha que não é por uma questão de baixo custo: alguns desses equívocos ético-estéticos, horizontais ou verticais, estão entre os prédios mais caros da cidade…

Mas o título é o nome de uma exposição de artistas plásticos que são arquitetos, organizada pela diretora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Solange Araujo, festejando o meio século de existência desta simpática unidade da UFBa. Entre outros eventos ela trouxe também como palestrante o arquiteto Paulo Mendes da Rocha que nos brindou com a poética de seus projetos de teatro e museu na entrada da baía de Vitoria do Espírito Santo: alí sim, uma obra de arte!

Nomes conhecidos como Almandrade,Chico Mazzoni, Jamison Pedra e Juracy Dorea estão ao lado dos homenageados Diógenes Rebouças e Pasqualino Magnavita, o primeiro, urbanista maior, já falecido, e este último uma lenda polivalente da cultura baiana. Terão trabalhos expostos durante o mês de novembro no Museu de Arte Sacra [em Salvador], no átrio da Igreja de Santa Tereza, o prédio em si mesmo uma obra de arte da arquitetura colonial incrustada na meia encosta pela sabedoria dos portugueses, com vernissage na noite do dia 11 [hoje].

Além do fato de que os arquitetos expositores possam ser considerados artistas visuais, seja na pintura, na escultura ou na fotografia, algo comum os aproxima: a cidade.

A percepção desses artistas, figurativa, concreta ou abstrata, pós-impressionista ou pós-moderna, afirma uma noção de cidade embutida nos seus trabalhos, a cidade antiga/contemporânea de Rebouças ou a cidade cultural caricaturada ou disfarçada no cenário sertanejo de Dórea.

No dizer de Eleanor Heartney tentando definir o dogma pós-moderno, sua compreensão de mundo que se baseia na mediação das imagens, nesse estranho novo mundo as obras de arte ressurgem como textos, a história é exposta como mito, o autor morre, a realidade é repudiada como uma convenção antiquada, a linguagem governa e a ideologia se disfarça de verdade.

O que também desponta, embora não em todos os trabalhos, é a busca experimental de apropriação dessa nova linguagem fragmentada no esforço de transformação de arquitetos-urbanistas em cidadãos comuns para poderem se comunicar com o habitante, lidar com o seu desejo e transferi-lo aos planos e projetos do seu métier profissional, na cidade onde nasceram, digo, “estrearam”, como brinca o jocoso ditado da baianidade.

Talvez, e devo consultar Matilde Matos, pudéssemos chamar o evento de um movimento emergente das artes visuais na Bahia, terra de tantas emergências artísticas, uma espécie de urbanismo experimentalista contemporâneo, que poderia incluir outros artistas locais como Bel Borba, Caetano Dias, Gaio, Juarez Paraíso, Maria Adair, Murilo, Ramiro Bernabó e muitos outros não arquitetos que de alguma forma idealizam subjetividades urbanas – e aqui eu me restrinjo à nossa Salvador e aos artistas vivos em franca produção.

Depois que Marcel Duchamp consagrou e foi consagrado pelo urinol e que Andy Warhol se apropriou de uma embalagem – conferindo um status ontológico à arte – a pintura não pode mais se chamar apenas de pintura e os critérios de classificação da obra, um ser-não-ser da arte, “desceram pelo ralo” exponencializando suas complexidades.

Repetindo Guimarães Rosa eu poderia resumir:

O senhor ache e não ache, tudo é e não é…

Assim também o título da exposição pode não ser o mais apropriado mas pode ser o mais insólito.

*Lourenço Mueller é arquiteto e urbanista

muellercosta@gmail.com


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: