JEITO BAIANO DE SER COMUNISTA

MAURINO, O CAMARADA MARU

MAURINO, O CAMARADA MARU

O ÍNTEGRO CAMARADA MARU

 

JORGE PORTUGAL

 

Relata-me Geraldo Salles, à época servindo ao Tiro de Guerra 138 e testemunha ocular do fato:

Era um fim de tarde de 1964, primeiros dias após o golpe militar. O tenente Garcia, homem do Exército na cidade [Santo Amaro], compelido pelos seus superiores a prender o grande líder comunista do lugar, via-se num beco sem saída: era amigo pessoal do acusado, conhecia-lhe o caráter e a integridade embora discordasse de sua ideologia. Usou, então, o expediente de mandar um recado em código por um amigo comum, orientando-lhe a negar seu credo político no momento do interrogatório, já agora impostergável. Nada lhe aconteceria se dissesse NÃO.

Então, senhor Maurino, o senhor é comunista?

Nasci comunista, sou comunista e vou morrer comunista.

E após a resposta, colocou o distintivo do Partido na lapela, e marchou solene e serenamente para a cadeia municipal, escoltado pela tropa”.

Naquele momento, o Camarada Maru ficou maior do que o Partido, maior do que a cidade, maior do que a ditadura, maior do que todos nós. Na sua “tenda de barbeiro”, na sua limitação material de homem pobre, na sua responsabilidade gigantesca de pai de enorme prole, permaneceu íntegro e fiel aos seus ideais, mesmo que isso lhe custasse a “tenda”, a família e a vida.

Comunista que tinha em sua casa dois grandes retratos de Marx e Jesus Cristo, já em idade avançada, via-o, em tempos de campanha eleitoral, na Ponte das Moringas, hierático e impassível, sob um forte sol de verão, carregando uma placa feita de papelão, propagando a candidatura de Fernando Santana, do PCB, seu amigo e camarada de toda uma vida.

Tornou-se o meu herói, meu mestre e meu paradigma, embora, se cem anos me fossem dados, eu jamais chegaria a um terço do seu incomparável valor.

Influenciou e humanizou muita gente: Trigueiros, Antônio Rocha, Valter Bacalhau, Prof. Carlos Augusto, None, e o próprio Caetano, um dia, confessou sua enorme admiração por aquele homem de “ideias firmes e elegância ímpar” .

Na última semana, enterraram seu corpo no Campo da Caridade. Minha cidade ficou mais pobre. E eu, do outro lado do Atlântico, não pude estar presente para cantar baixinho no seu ouvido de um corpo inerte que parecia dormir feliz: “Camarada Maru, ainda guardo aquele sonho que você sonhou pra mim”.

Jorge Portugal é educador, poeta e membro do Conselho Nacional de Política Cultural

Anúncios

3 Respostas to “JEITO BAIANO DE SER COMUNISTA”

  1. Jorge Portugal Says:

    Jary: belíssima ficou a foto do Camarada em nosso querido blog. Ele era assim mesmo: elegância e coragem.
    Boa notícia: Lula Oliveira declarou que quer fazer um filme sobre Maru, a partir da leitura do artigo. Que tal?

    Abraço (com jeito) baiano
    Jorge Portugal

  2. maisa paranhos Says:

    Jary, vou aproveitar “os comentários” e falar com o Prof. Portugal.
    Bjs em você, Maísa

    Prezado Prof. Jorge Portugal,
    achei belíssimo o pequeno artigo sobre o Camarada Maru. E é incrível que a vida, cheia de rodeios, me faça fixar residência aqui, nesta Terra de Todos os Santos, e me faça deparar com seu artigo, cujo personagem Maru, muito provavelmente, meu pai, comunista, santamarense, irmão de “dotô Ranulpho”, tenha conhecido e passado pela sua “tenda” algumas vezes…
    Obrigada pela viagem…

  3. Renato Cunha Says:

    Palavras lindas, fiquei emocionado, humildade em abundância, professor meu nome é Renato Cunha, moro em Nazaré das Farinhas, não tenho curso universitário, mas sou criativo, tenho várias ideias, músicas, entre elas duas bossas, ideias para educação que podem ser implantadas nos livros didáticos com um toque do seu conhecimento, é claro. Gostaria de conversar com você cinco minutos, e se for possível, fazermos uma parceria.
    Pobres não são as pessoas que não têm dinheiro, pobres são as pessoas que não têm ideias.
    Desde já agradeço
    Aguardo respostas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: