INDEPENDÊNCIA DO BRASIL NA BAHIA-5

PAÍS DE COSTAS PARA O DOIS DE JULHO

Destaque-se a indignação do leitor Nilson Nunes, que em carta ao jornal A Tarde, de Salvador, publicada neste sábado, dia 4 de julho, critica a indiferença geral no país, especialmente das autoridades e políticos em Brasília – inclusive os baianos –, em relação ao Dois de Julho, a data magna da Independência do Brasil na Bahia:

 

SUINGUE E AXÉ

Num clima de total descontração, com temperatura agradável, a Bahia mais uma vez comemorou o Dois de Julho, sua data maior, quando na oportunidade, no ano de 1823, lutas intensas foram travadas por todos os segmentos do povo baiano contra as forças portuguesas, consolidando a Independência do Brasil, que se encontrava ameaçada.

Entretanto este evento, verdadeira festa cívica, regada a suingue e axé, um marco importante na conturbada história do Brasil, não parece despertar qualquer interesse ao resto do país, particularmente das autoridades que deveriam reverenciar esse dia, o que infelizmente não acontece.

Impossibilitado de participar do tradicional cortejo, propositadamente fiquei assistindo televisão, sintonizado nos canais fechados, principalmente as TVs Câmara e Senado, e pasmem:

Os ilustres deputados federais e senadores em momento algum fizeram qualquer referência quanto à relevância do Dois de Julho para a historiografia brasileira, optando todos em comentar o escandaloso caso envolvendo a figura do atual presidente do Senado e grande ator José Sarney, cuja “folha corrida” na esfera política dispensa maiores comentários.

Por outro lado o presidente Lula (aquele que desdenhou da crise internacional, dizendo que no Brasil não passava de simples marola), muito cansado de viagens internacionais, e que quando oposicionista em diversas oportunidades participou do Dois de julho, no alto de sua popularidade preferiu o aconchego do Palácio do Planalto em Brasília para recepcionar os jogadores do Corinthians paulista, legítimo campeão brasileiro de futebol.

Diante de tamanha insensibilidade de nossos homens públicos, inclusive os que representam a Bahia, existe alguma possibilidade, por mais remota que seja, de o Aeroporto Dep. Luís Eduardo Magalhães recuperar o nome original de Aeroporto Dois de Julho? Duvide-o-dó.

NILSON NUNES – Salvador (BA)

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: